Assassino de motorista de aplicativo é procurado pela Polícia Civil

Equipes do Grupo Antis-sequestro (GAS) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) trabalham para identificar quem teria assassinado a motorista de aplicativo Vanusa da Cunha Ferreira, de 36 anos. Desaparecida desde a madrugada de sábado (19),  Vanusa foi encontrada morta, seminua e com sinais de queimadura nas costas no final da tarde deste domingo (20) em uma rua de terra, ao lado de um motel, no Setor Vila Rosa, em Goiânia.

O desaparecimento de Vanusa, que entrou em contato com familiares pela última vez por volta das três e meia da manhã de sábado, foi registrado no mesmo dia, na Deic. Neste domingo pela manhã, o veículo dela, um Gol de cor vermelha, foi encontrado abandonado na Rua Um, no Polo Industrial, em Aparecida de Goiânia. Informações ainda não confirmadas pela polícia indicam que cápsulas de pistola foram localizadas dentro do carro.

A princípio, a polícia sabe que Vanuza pegou inicialmente três passageiros que já conhecia para uma corrida no final da noite de sexta-feira e, durante a madrugada de sábado, fez mais uma corrida com outra pessoa, fora do aplicativo. Fotos e vídeos dos três passageiros que estavam com Vanuza na sexta-feira circulam em grupos de Whatsapp e já estão sendo averiguados pela polícia.

Os agentes da Deic também já sabem quem é o homem que solicitou uma corrida com a motorista na madrugada de sábado. Por meio de nota, a Assessoria de Imprensa da Polícia Civil confirmou a localização do corpo e afirmou que a Deic já está em busca de informações, mas que a delegada responsável pelo caso só irá se pronunciar ao final das investigações. A Polícia Civil também não divulgou como Vanuza foi assassinada.

Fonte: Mais Goiás

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *